Fake news: O voto em branco não gera voto parcial.

Mais um boato criado para confundir o eleitor.

 

Circulou nos últimos dias a notícia falsa de que, se o eleitor votar apenas para presidente e optar pelo voto em branco para os demais cargos, teria todas as suas opções anuladas, porque configuraria "voto parcial". O texto, amplamente compartilhado no aplicativo WhatsApp, configura mais um caso de fake news.
O autor da mensagem sugere ser um mesário que recebeu a orientação durante treinamento. Inclusive afirma que questionou "a instrutora" no momento, e que a informação foi repetida. A Justiça Eleitoral esclarece que, em nenhum momento, transmitiu essa orientação.

Em nossa legislação, não existe voto parcial. Mesmo o eleitor que vota para um ou mais candidatos e abandona a cabine de votação terá preservados os votos já efetuados, anulando-se apenas os seguintes. 

No caso dos votos brancos ou nulos, eles em nada interferem nos votos válidos do eleitor. Cada voto, portanto, é sempre autônomo em relação aos demais.
Fake news 

Além de muitas vezes desinformar e confundir o eleitor, as fake news têm sido utilizadas com fins eleitorais, de modo a privilegiar ou prejudicar uma ou mais candidaturas. A melhor forma de evitar a propagação desses boatos é checar a fonte antes de compartilhar mensagens em redes sociais. Mensagens com notícias sem fonte, suspeitas, alarmantes e/ou com erros gramaticais são quase sempre mentirosas.

www.tre-sp.jus.br   


Fonte: https://deadjump.jusbrasil.com.br/noticias/633307957/fake-news-o-voto-em-branco-nao-gera-voto-parcial?ref=feed



Share this:

Comentários ou Sugestões logo abaixo.

0 comentários:

Postar um comentário